Use seus dados do Meu Rotary
    
  Lembrar     

Notícias    

   

Rotary Distrito 4420 nas escolas

29/11/2017


Educação básica e alfabetização são áreas de enfoque do Rotary Internacional apoiadas pelo governador do Distrito 4420, Claudio Takata no ano rotário 2017-18.  
 
Nos dias 21, 22 e 29 de novembro, o Rotary Club Santos Oeste aplicou o projeto “Rotary nas Escolas”, desenvolvido pelo Distrito. O projeto envolve estudantes da 9º série do Ensino Fundamental II de escolas municipais e estaduais parceiras. São aplicadas discussões sobre a cultura empreendedora, redações sobre sustentabilidade, dentre outros temas, definidos por cada clube.  
 
Segundo Silvio Marola, governador 2002-2003 e coordenador do projeto, 71 clubes do Distrito já desenvolveram o programa. “Os presidentes e governadores assistentes acolheram a ideia de forma positiva. É um projeto inteligente, que visa despertar a melhoria do ensino em nosso país”, revela. 
 
Sérgio Lazzarini, coordenador de Projetos Humanitários, afirma que o segmento Educação em Rotary neste ano rotário é ponto de importante destaque. “Trabalhei com algumas comunidades em minha vida profissional. Na área da educação já atendi crianças, jovens e adultos. A equipe rotária atendeu os programas estabelecidos com êxito. O apoio dos clubes por intermédio dos associados e equipe rotária esteve sempre presente neste voluntariado social.”  
 
Uma parceria entre o Rotary e o Instituto Mauricio de Souza disponibilizou cerca de 30 mil gibis, entregues em todas as escolas que aderiram o projeto. A revista aborda o empreendedorismo. Segundo Marcos Cardoso, presidente do RC Santos Oeste, apenas 9 dos adultos brasileiros tiveram aulas de educação empreendedora. “É importante incentivarmos esse debate”, afirma.  
 
Estima-se que, mundialmente, cerca de 70 milhões de crianças não têm acesso à educação básica e mais de 800 milhões de pessoas acima de 15 anos são analfabetas. No Brasil, os números são preocupantes porque mais de 13 milhões de brasileiros não sabem ler nem escrever. 
 
Nos dias 21 e 22, Marcos Cardoso ministrou palestras para os alunos do UME Lourdes Ortiz e Cidade de Santos. A última etapa do projeto ocorreu no dia 29, no auditório da Secretaria da Educação, em Santos. O tema abordado foi “A escolha profissional”, ele falou sobre a importância desse momento na vida do jovem, abordou sobre o profissional contábil e o advogado, áreas de atuação de ambas e a demanda de mercado, para cerca de 130 alunos das escolas UME Martins Fontes, Oswaldo Justo e Mário de Almeida Alcântara. “Para esses alunos que estão saindo do Ensino Fundamental para entrar no Ensino Médio, muitas vezes pensando em um curso profissionalizante, é fundamental conhecer como funcionam algumas profissões”.  
 
Segundo Adriana Praxedes Monteiro Bastos, chefe do Núcleo Educacional da Secretaria Adjunta da Educação, o mais importante é plantar semente nesses jovens. “De um modo geral, a receptividade dos educandos em relação às palestras foram boas e as reações positivas. No término, alguns alunos procuraram o palestrante para fazer perguntas e tirar dúvidas”, declara.  
 
“Aprendi que se você quer muito algo, acredite que é capaz, lute e conseguirá”, comenta Kaylane, aluna do UME Cidade de Santos. Já para Luan Amorim, o gibi recebido, é informativo e retrata bem o empreendedorismo. “Além de ensinar como ser mais “adulto” e responsável”.  
 
Após o convite do RC Santos Oeste à Seção Núcleo Tecnológico Educacional (SENUTEC), 49 turmas do 9º ano participaram do concurso da melhor redação. Foram selecionadas três alunas do UME Pedro II: Rafaela Santos da Silva, Vitória Rodrigues Machado de Mello e Nicole de Abreu Antoneli, orientadas pela professora Lilian Mara Moraes. No UME Cidade de Santos, as alunas Júlia Carvalho de Oliveira e Melissa Rabelo do Nascimento, foram as selecionadas, orientadas pela professora Denise Lemos.  
 
Cada área do Distrito 4420 irá selecionar uma redação e presenteará com um Tablet o aluno vencedor. No final do projeto, em março de 2018, a Comissão de Educação julgará todas as escolas participantes e premiará a que obtiver o melhor resultado diante das pontuações. Junto à escola e ao professor orientador, o aluno receberá um prêmio extra.  
 
 
 
 
Por Natali Fernandes – MTB 0083122/SP 

 

 Clique nas imagens para ver as fotos